Templates da Lua

Créditos

Templates da Lua - templates para blogs
Essa página é hospedada no Blogger. A sua não é?

domingo, 31 de janeiro de 2010



Verdades de um infinito

Por que tanto esperei .
Por essa paixão que nunca esquecerei.
Por esses dias hábeis pensarei.
A verdade que nem tudo sei.

Todavia há umas que eu sei.
E nunca esquecerei.
Que para todo meu infinito levarei.

Como foi singelo. 
Como foi glamoroso. 
Como foi amoroso.
Como foi harmonioso.
Como foi caloroso. 
Como foi Carinhoso.

Este amor.

Há quem diga que amar é tolo. 
Há quem diga que amar-te é uma simples brisa que passara por esse universo grandioso.
Há quem diga que amar é coisa de outrora.

Mas a verdade é,
 Que amar-te foi, sem incerteza,
Uma das melhores coisas que me acontecera.


7 comentários:

Rejan disse...

Não tenho nem comentarios pro seu blog, sinceramente esta muito bom!
good lucky :D

Passa la depois?
http://hell-boyy.blogspot.com/

Natália Ferreira disse...

Por que tanto esperei .
Por essa paixão que nunca esquecerei.

por que agente sempre acha que um dia vem , que um dia chega otimo domingo beijos

Menina Ruiva disse...

Aaaaaaaaaaah
Eu to quase morrendo de amores e tu me vens com um poema assim!!!
Muito bom, amei.
Vou te seguir e linkar.
Beijos da Menina Ruiva
http://ameninaruiva.blogspot.com/

Vinicius Oliveira disse...

Sao otimos os seus textos, ta de parabens, acho que todo dia eu comento aqui ne? hahahahaha
http://viniciusoliveiraa.blogspot.com/

Poesias-Fran.R.M disse...

Muito lindo esse poema,o amor traz a ilusão,esperamos pela pessoa amada.

Parabéns!*___*

Bjs!

Anônimo disse...

I'll be waiting for you till the sun don't shine.

Pedregulho'S disse...

Muito lindo véeio!